Logo R7.com
Logo do PlayPlus
A Lei e o Crime
Publicidade

"É especial e gratificante", diz Francisca Queiroz sobre reexibição da série A Lei e o Crime

Atriz falou sobre a experiência de interpretar a delegada Catarina e relembrou a preparação para o papel na produção da Record TV

A Lei e o Crime|Bianca Godoi, do site oficial

Catarina (Francisca Queiroz) decidiu seguir carreira como delegada após o assassinato do pai
Catarina (Francisca Queiroz) decidiu seguir carreira como delegada após o assassinato do pai Catarina (Francisca Queiroz) decidiu seguir carreira como delegada após o assassinato do pai

A busca por vingança pela morte do pai é a principal motivação de Catarina (Francisca Queiroz) em A Lei e o Crime. Em entrevista ao site oficial, a atriz revelou estar empolgada com a reexibição da série da Record TV,em comemoração aos 70 anos da emissora. "Eu fico muito feliz em poder dividir esse trabalho que eu tive orgulho de fazer parte. É muito legal ter a oportunidade de a minha filha poder assistir. É especial e gratificante". 

Na trama, Nando (Angelo Paes Leme) virou chefe do tráfico de drogas no Morro da Alvorada, no Rio de Janeiro, após assassinar o próprio sogro. Durante um assalto, o bandido matou o pai de Catarina, Alcebíades (Nildo Parente), na frente dela. Depois de um período de depressão, a jovem decidiu abandonar a vida na alta sociedade para seguir carreira como delegada.

Francisca Queiroz citou a importância da cena da morte para a personagem: “O fechamento do túnel, logo no começo, quando o pai da Catarina é assassinado, foi um divisor. Ela sai de uma elite, de uma situação de privilégio, em busca de uma vingança pela lei”.

A aprovação de Catarina no concurso para delegada de polícia gerou um conflito com o marido, Renato (Eduardo Lago), a família e os amigos. Mesmo contrariada, ela seguiu adiante e enfrentou os desafios do cargo. “Ela começa ainda frágil, é uma mulher diante de todos os homens, dentro de uma delegacia corrupta. Ela sai de um universo totalmente diferente, mas vai ganhando segurança. Eu não precisei fazer uma transição [para a personagem], ela perdeu o pai e teve uma motivação muito forte para mudar de vida e buscar justiça”.

Publicidade
Mudança de vida da personagem gerou conflitos com a família dela
Mudança de vida da personagem gerou conflitos com a família dela Mudança de vida da personagem gerou conflitos com a família dela

A atriz também relembrou a preparação para interpretar Catarina na série. “Ela me exigiu bastante. Fiz aulas de tiro, passei por todas as armas que o Bope do Rio de Janeiro [Batalhão de Operações Policiais Especiais] usa, subi o morro, tive aula de box, aprendi a jogar golfe. Estudei um pouco mais do trabalho político, das milícias e da polícia e tudo o que envolve a comunidade. Me acrescentou muito também como pessoa”.

Francisca ainda deixou um recado para aqueles que estão acompanhando a produção pela primeira vez. “Podem esperar um panorama real do Rio de Janeiro. É uma série impecável, que continua falando da mesma forma que falou anos atrás”.

Acompanhe a trajetória da personagem em A Lei o Crime, de segunda a sexta, às 22h30, na tela da Record TV.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.