Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Balanço Geral Manhã
Publicidade

"Matei por diversão", debocha jovem após confessar crime em Barretos (SP)

Crime choca pela brutalidade e frieza do assassino de Nilza da Costa

Balanço Geral Manhã|Do R7

Leonardo planejou morte de Nilza após ser demiti
do
Leonardo planejou morte de Nilza após ser demiti do Leonardo planejou morte de Nilza após ser demiti do

O Balanço Geral Manhã desta sexta-feira (4) mostrou a prisão de Leonardo Santos, de 18 anos, que confessou o assassinato da viúva Nilza Costa, de 62, em Barretos, no interior de São Paulo.

O caso choca pela brutalidade do homicídio e frieza do rapaz. “Matei e enterrei”, comentou sem demonstrar arrependimento.

Segundo a polícia, a vítima era viúva há cinco anos e ofereceu abrigo a Leonardo para que ele a ajudasse com as tarefas domésticas. Contudo, meses depois, ela o dispensou do trabalho.

Leia também

Em depoimento na delegacia de Frutal (MG) — onde foi preso —, o criminoso contou que ficou com muita raiva por ter ficado sem abrigo e emprego. Então, começou a planejar o crime. Ele não demonstrou nenhum remorso pela situação. “Eu vou matar e me arrepender pra quê?”, disse o jovem em tom de deboche.

Publicidade

Após tirar a vida da idosa, a colocou em uma caixa e a enterrou no quintal da própria casa da vítima. Ele também invadiu as contas bancárias de Nilza e fez várias transferências e compras para si e a mãe, que também será ouvida pelas autoridades.

O que mais choca é que durante todo o tempo em que esteve com a polícia, Leonardo sorriu e debochou da situação. Chegando a mandar beijos para as câmeras já dentro da viatura. “[Matei] por diversão”, justificou.

Publicidade

Ele confessou o crime e deve responder por latrocínio — roubo qualificado por morte — e ocultação de cadáver. Leonardo já tinha passagem por roubar uma outra mulher.

Assista ao vídeo na íntegra:

Publicidade

O Balanço Geral Manhã vai ao ar de segunda a sexta, às 5h, na tela da Record TV.

Caso Sabrina: revelação bombástica muda rumo das investigações sobre a morte da cardiologista

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.