Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Balanço Geral RJ
Publicidade

Família diz que houve negligência em atendimento de homem que morreu após ser liberado de UPA

Paciente apresentava dor e falta de ar quando buscou a unidade. Ele havia sofrido uma queda, cerca de 7 dias antes

Balanço Geral RJ|Do R7

Familiares disseram que houve negligência no atendimento de um homem que morreu após ter sido liberado sem diagnóstico da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Engenho de Dentro, zona norte do Rio, no último dia 10. Francisco da Silva Mesquita, de 57 anos, deu entrada na unidade de saúde com dor e falta de ar. Parentes disseram que ele havia sofrido uma queda, cerca de sete dias antes. Sem melhora, o paciente foi a uma clínica da família e transferido para a mesma UPA, onde morreu. Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde informou que o paciente passou pela avaliação necessária na UPA e, ao retornar à unidade, foi encaminhado diretamente à sala vermelha, recebendo todo o cuidado, mas não resistiu.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.