Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Balanço Geral RJ
Publicidade

RJ: Morte de Henry Borel completa três anos; julgamento dos réus continua sem data marcada

Monique Medeiros e o ex-vereador Jairinho são acusados de homicídio triplamente qualificado, além de outros crimes

Balanço Geral RJ|Do R7

A morte de Henry Borel completou três anos na última sexta-feira (8), mas o julgamento dos acusados continua sem data marcada. O Ministério Público do Rio acusou a mãe da criança, Monique Medeiros, e o padrasto, ex-vereador Jairinho, de homicídio triplamente qualificado, além de outros crimes. O menino tinha quatro anos quando chegou sem vida em um hospital na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro. Exames apontaram que Henry foi vítima de violência doméstica e possuía 23 lesões espalhadas pelo corpo.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.