Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Balanço Geral
Publicidade

Ônibus sequestrado no RJ: confira imagens do criminoso logo antes do ataque 

Paulo Sérgio de Lima é integrante de uma facção criminosa e fugiu após ser jurado de morte na sua comunidade

Balanço Geral|Do R7

O homem pretendia se esconder e chamou mais atenção do que jamais esperava
O homem pretendia se esconder e chamou mais atenção do que jamais esperava O homem pretendia se esconder e chamou mais atenção do que jamais esperava (Reprodução/RECORD)

Na tarde da última terça (12), um ônibus sequestrado no Rio de Janeiro parou o Brasil. Durante todo o momento, a RECORD transmitiu o caso e deu detalhes da situação crítica que estava acontecendo em uma das rodoviárias mais movimentadas do país. 

Em um dos veículos de viagem executiva, um homem manteve quase 20 reféns e feriu dois passageiros com tiros da sua arma de fogo.

Enquanto as autoridades cariocas negociavam a liberdade dos civis com o criminoso, o Cidade Alerta mostrou tudo que se passava nos arredores da ocorrência. 

Atiradores de elite posicionados, equipes policiais trabalhando incansavelmente e passageiros angustiados com o risco de vida que corriam marcaram o programa.

Publicidade

Além de tudo que foi visto de cima, pelo ângulo do helicóptero da emissora, a equipe de repórteres conversou com diversas testemunhas afetadas pela situação traumática. 

Após acompanhar o sequestro do início ao fim, os telespectadores da RECORD ainda descobriram a motivação de tudo e viram a chegada do criminoso na delegacia.

Publicidade

Leia também

Um dia depois da ocorrência, o Balanço Geral revelou imagens de Paulo Sérgio de Lima, o sequestrador, logo antes do seu ataque ao veículo de transporte. 

O homem, ao chegar na rodoviária, foi até um guichê, compra uma passagem em dinheiro e se dirigiu ao alvo do seu crime, onde passaria quase cinco horas aterrorizantes. 

Publicidade

De início, Paulo pretendia apenas fugir para o destino do ônibus sequestrado, devido a um desentendimento que se envolveu na facção criminosa que faz parte. Temendo pela própria vida, o bandido saiu da Rocinha na intenção de se esconder em Minas Gerais. 

A tensão da fuga atingiu o homem até que, por se sentir perseguido, ele anunciou o crime no veículo. Sua primeira vítima foi atingida quando, de forma inocente, estava entrando no ônibus e acabou baleado. Bruno Lima da Costa, de 34 anos, sofreu três disparos ao ser confundido com um policial. 

Descontrolado, o criminoso imaginou que os agentes de segurança estavam invadindo o ônibus para capturá-lo e sua primeira reação foi atirar. Outro homem também foi atingido, mas apenas por estilhaços das balas, e passa bem. Já Bruno, segue internado em estado grave. 

Agora, informações sobre o risco de vida da vítima são aguardadas. 

Confira na íntegra:

Acompanhe atualizações de casos como esse no Balanço Geral. O programa vai ao ar de segunda a sexta, às 11h50; e aos sábados, às 13h, na tela da RECORD.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.