Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Balanço Geral
Publicidade

Caso de jogador assassinado em festa no Paraná completa 5 anos sem julgamentos

O crime ainda não foi julgado

Balanço Geral|Do R7

Um jogador de futebol foi convidado para uma festa e saiu de lá morto. Depois dos parabéns, a aniversariante Alana e os pais, Cristiana e Juninho Riqueza, resolveram esticar a festa em casa e chamaram Daniel e alguns amigos da filha. Daniel encontrou Cristiana dormindo em um dos quartos e resolveu tirar algumas fotos, deitado ao lado dela. Quando Juninho viu as fotos em grupos de mensagens, perdeu a cabeça e colocou Daniel em um carro e o levou para uma área de mata, onde o matou. Agora, 5 anos depois do crime, Juninho Riqueza continua preso, mas o crime ainda não foi julgado.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.