Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Balanço Geral
Publicidade

Homem que matou a própria filha e deixou o corpo na 23 de Maio transportou a jovem em uma caixa de papelão

Ele havia matado Rayssa Santos para se vingar da ex-esposa e foi achado morto na prisão

Balanço Geral|Do R7

Wellington da Silva Rosas, de 39 anos, o homem que matou a própria filha, Rayssa Santos, para se vingar da ex-esposa e foi preso após confessar o crime, foi asfixiado e morto dentro do Centro de Detenção Provisória II, em Pinheiros, zona oeste da capital paulista, na noite da última terça-feira (2). Conforme o boletim de ocorrência, oito detentos, incluindo Wellington, estavam divididos em duas celas e precisaram ser encaminhados para a enfermaria, para pintura e manutenção da cela. Durante a troca de turno dos policiais penais, os agentes ouviram gritos vindos da enfermaria e encontraram Wellington caído no chão inconsciente. Novas imagens mostram que ele transportou a filha em uma caixa de papelão antes de jogar o corpo dela na avenida 23 de Maio. 

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.