Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Câmera Record
Publicidade

Roberto Cabrini entrevista empresário acusado de mandar matar membro do PCC

Antônio Vinicius Gritzbach, suspeito de ter pago R$ 300 mil pelo crime, fala com exclusividade ao Câmera Record neste domingo (18)

Câmera Record|Do R7

Polícia suspeita que Antônio Vinicius Gritzbach teria pago R$ 300 mil pelo assassinato
Polícia suspeita que Antônio Vinicius Gritzbach teria pago R$ 300 mil pelo assassinato Polícia suspeita que Antônio Vinicius Gritzbach teria pago R$ 300 mil pelo assassinato (Divulgação/RECORD)

O Câmera Record deste fim de semana (18) mostra quem é o empresário acusado de dar um golpe milionário em uma das organizações criminosas mais perigosas do país. Roberto Cabrini fica frente a frente com Antônio Vinicius Gritzbach, personagem central de uma trama que envolve mortes, denúncias de lavagem de dinheiro e ocultação de bens. 

Com uma tornozeleira eletrônica e protegido em sua fortaleza de luxo, Gritzbach quebra o silêncio numa entrevista exclusiva a Cabrini e diz ter escapado da morte duas vezes.

O empresário é acusado de pagar R$ 300 mil reais para matar Anselmo Becheli Santa Fausta, de 38 anos, apontado como um homem poderoso no PCC (Primeiro Comando da Capital) e de seu motorista, Antônio Corona Neto, 33. Ambos foram assassinados em dezembro de 2021, num bairro da zona leste de São Paulo.

Além disso, o empresário é questionado sobre seus rendimentos, de cerca de R$ 6 milhões em apenas um ano. Sobre o tema, ele afirma: "Eu nunca lavei o dinheiro do PCC. Meu dinheiro sempre teve origem".

O Câmera Record, com Roberto Cabrini, vai ao ar logo após o Domingo Espetacular, às 23h, na tela da RECORD.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.