Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Cidade Alerta
Publicidade

"Não deu tempo", lamenta viúva de segurança assassinado ao revelar plano futuro

Esposa do trabalhador que morreu após ser atacado por usuário de drogas conversou com Cidade Alerta 

Cidade Alerta|Do R7

Maria José lamenta a morte do marido, João, que trabalhava como segurança
Maria José lamenta a morte do marido, João, que trabalhava como segurança Maria José lamenta a morte do marido, João, que trabalhava como segurança

Cidade Alerta entrevistou com exclusividade Maria José, a viúva do segurança João, que foi morto após ser atacado por um usuário de drogas na Santa Ifigênia, na região central de São Paulo.

Ela contou sobre a vida do casal e revelou o que vai fazer agora que o marido se foi.

O casal estava junto há 28 anos e sempre morou na região central de São Paulo, próximo à Cracolândia. Eles testemunharam grandes mudanças da capital, muitas delas para pior, como o aumento da criminalidade.

Leia também

A viúva revelou que eles estavam pensando em se mudar para Poços de Caldas, em Minas Gerais, por terem muito medo da criminalidade na região. “A gente estava planejando, mas não deu tempo”, lamentou.

Publicidade

João era segurança na Rua José Paulino, em São Paulo, famosa pelas lojas de confecção e por comércios. Ele já tinha revelado à esposa que ultimamente estava com medo de fazer rondas noturnas na região. Por isso, trabalharia na mesma empresa apenas até o próximo dia 10, pois estava receoso de que se tornaria uma vítima da violência do bairro 

Maria José relembra os últimos instantes em que esteve com o marido enquanto ele saía de casa para ir trabalhar. “O acompanhei até a porta, dei tchau e falei para ter cuidado”, contou.

Publicidade

Durante a noite de trabalho, João foi esfaqueado por um usuário de drogas. Ele foi levado diretamente para a área de emergência e passou por uma cirurgia, mas não resistiu. Quem avisou Maria José sobre o que tinha acontecido com o marido foi a síndica do prédio onde o casal mora. Quando chegou ao hospital, Maria já não pôde mais ver o marido com vida

Ela confidenciou que pretende prosseguir com o plano de se mudar para Minas Gerais mesmo sem o marido. “Eu já perdi o João. Eu vou ficar aqui fazendo o quê sozinha?”, ponderou Maria.

Publicidade

João adotou os filhos e netos de Maria José como seus e toda a família teve um final de semana especial comemorando o dia dos pais. “Acho que ele estava se despedindo”, contou. Agora, os familiares de Maria José estão cuidando de todos os preparativos para o sepultamento de João.

Assista à entrevista na íntegra:

O Cidade Alerta vai ao ar de segunda a sexta, às 16h45, e aos sábados, 17h, na tela da Record TV.

Caso vovó Joyce: filha se revolta com pistas falsas

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.