Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Cidade Alerta
Publicidade

Reviravolta no caso Ariane: testemunha traz informações que mudam o rumo da investigação

Um adolescente revelou que presenciou o crime, acionou o SAMU e deu detalhes para a polícia

Cidade Alerta|Do R7

Delegada revela novas informações sobre a investigação da morte de Ariane
Delegada revela novas informações sobre a investigação da morte de Ariane Delegada revela novas informações sobre a investigação da morte de Ariane (Reprodução/RECORD)

O Cidade Alerta acompanha as investigações sobre a morte de Ariane, de 28 anos, que saiu de casa para comemorar o aniversário e foi encontrada morta em um ginásio, na cidade de Diadema (SP), no último domingo (21). 

Segundo testemunhas, ela estaria acompanhada de um homem, Isaac, de 22 anos, que seria seu companheiro. A família de Ariane desconfia dele, já que no momento que encontraram o corpo, ele não foi avisá-los. Ele ainda teria passado pela casa da vítima e não contou para ninguém sobre a morte de Ariane.

Leia também

Nesta quarta-feira (24), o Cidade Alerta teve acesso à última imagem de Ariane antes da morte. Câmeras de segurança mostraram ela e Isaac em um comércio próximo ao ginásio. Em seguida, a polícia foi atrás dele. O jovem foi encontrado em uma clínica de reabilitação e levado às pressas para a delegacia.

Em depoimento, ele afirmou que era apenas amigo da vítima e descartou a possibilidade de romance. Além disso, garantiu que não tem envolvimento na morte da mulher e teria ido embora antes da fatalidade. Segundo a delegada do caso, o sujeito apresentou muitas contradições em seu depoimento e sua prisão temporária foi decretada.

Publicidade

Enquanto o principal suspeito prestava depoimento, aconteceu uma verdadeira reviravolta no caso. Uma testemunha, de 13 anos, se apresentou à polícia e contou que foi ele quem ligou para o SAMU. O adolescente afirmou que presenciou Ariane sozinha e que ela teria caído, confirmando a versão de ser um acidente.

O menino foi encaminhado para a delegacia. Por ser menor de idade, ele precisaria estar acompanhado dos responsáveis. A mãe da testemunha estava nervosa e não quis cooperar, então a investigação solicitou a presença do genitor do adolescente para prosseguir. A delegada afirmou que vão apurar as informações dadas pelo menor.

Publicidade

Assista ao vídeo completo:

O Cidade Alerta vai ao ar de segunda a sexta, às 16h50, e aos sábados, 17h, na tela da RECORD.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.