Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Cidade Alerta
Publicidade

Chefe da maior facção criminosa do país em Dourados (MS) é morto por pistoleiros

Ele fiscalizava e punia quem não cumpria as normas da facção paulista

Cidade Alerta|Do R7

Um homem de 45 anos, identificado como Edson de Souza Alencar, foi executado a tiros nesta segunda-feira (11). Segundo a polícia, 'Edinho cadeirante' seria um dos chefes da maior facção criminosa do país e atuava em Dourados, no estado de Mato Grosso do Sul. Ele também teria participado de dois tribunais do crime, pois fiscalizava e punia quem não cumpria as normas da facção paulista. O homem ainda era acusado de várias execuções na fronteira do Brasil com Paraguai. Edinho foi morto na frente da esposa por pistoleiros que chegaram de moto atirando.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.