Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Record - Acesse o Portal de Notícias da Rede de Televisão
Publicidade

Documentário "Davi: Um Rei em Construção" apresenta período em que israelita foi perseguido por Saul

Repórter especial da Record TV André Tal entrevistou especialistas e conheceu locais que serviram de refúgio para o escolhido de Deus

Record TV|Do R7

Repórter especial André Tal visita locais onde Davi teria se refugiado de Saul
Repórter especial André Tal visita locais onde Davi teria se refugiado de Saul Repórter especial André Tal visita locais onde Davi teria se refugiado de Saul

O documentário Davi: Um Rei em Construção, exibido nesta quarta-feira (12) na Record TV, apresentou o período em que o personagem bíblico sofreu com a perseguição de Saul. A história será contada na quinta temporada da superprodução Reis, intitulada A Perseguição. O repórter especial André Tal liderou a expedição por Israel, entrevistou especialistas e conheceu locais que serviram de refúgio para o jovem guerreiro.

As passagens bíblicas mostram que Davi, ainda na juventude, foi ungido em Belém. Como harpista, ele tocou para Saul, mas foi a vitória contra o gigante filisteu Golias que o fez ficar conhecido entre os soldados. Na época, o rei prometeu sua filha àquele que enfrentasse o inimigo.

“Davi acaba se casando com Mical, ela é a primeira esposa dele e, com isso, o israelita também entra para a família real. Isso significa uma ascensão social muito importante naquele momento”, explicou o historiador e teólogo André Reinke. 

Ein Gedi foi um dos locais onde Davi se escondeu de Saul
Ein Gedi foi um dos locais onde Davi se escondeu de Saul Ein Gedi foi um dos locais onde Davi se escondeu de Saul

Aos poucos, a popularidade de Davi começa a incomodar Saul, um rei já decadente e rejeitado não só por Deus, mas também pelo povo de Israel. “Ele começou a ouvir, principalmente dos jovens e das mulheres, que Saul matou milhares, mas Davi matou dezenas de milhares. Esta diferença imensa entre os números chamou a atenção de Saul, especialmente depois que ele já havia nomeado Davi um dos capitães do seu próprio exército”, analisou o pesquisador bíblico Miguel Nicolaevsky.

Publicidade

Assim, o rei deixou de ver o guerreiro como um aliado para enxergar nele um inimigo. André Reinke observou que Davi começa a perceber isso muitas maneiras: “O próprio Jônatas conta para ele que o pai está desgostoso, que está planejando alguma coisa contra Davi. Jônatas acaba se tornando uma espécie de informante. Ele ouve as tramas de Saul para eventualmente assassinar Davi e conta para o amigo o que vai acontecer”. 

Foi assim que começou uma fuga que duraria anos e levaria o futuro rei de Israel a uma vida nômade. Para se esconder de Saul, Davi buscou refúgio em Gate, terra natal de Golias. No território inimigo, ele conquistou aliados. “Davi formou um exército de 400 pessoas”, afirmou o historiador Ariel Horowitz.

Publicidade

O personagem bíblico ainda escondeu todo o seu exército nas Cavernas de Adulão, mas foi em Ein Gedi, um oásis no meio do deserto da Judeia, onde aconteceu o encontro decisivo entre ele e Saul, cena que será retratada nos próximos episódios de Reis.

Assista ao documentário Davi: Um Rei em Construção na íntegra em PlayPlus.com.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.