Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Domingo Espetacular
Publicidade

"Nunca faria isso com o meu amor", rebate Shayene Cesário sobre suspeita de crime passional

Em entrevista exclusiva, a ex-Fazenda falou sobre o assassinato do marido que presenciou ao lado da filha de apenas 9 anos

Domingo Espetacular|Do R7

Musa da Portela conta que o marido não tinha desafetos
Musa da Portela conta que o marido não tinha desafetos Musa da Portela conta que o marido não tinha desafetos

Shayene Cesário concedeu uma entrevista exclusiva ao Domingo Espetacular. A ex-integrante dos realities A Fazenda e Troca de Esposas, da Record TV, fez revelações sobre o assassinato de seu marido ex-presidente da Vila Isabel, Wilson Vieira Alves, mais conhecido como Moisés. O crime aconteceu em um bairro nobre do Rio de Janeiro e foi testemunhado por ela e a filha do casal, de apenas nove anos.

A musa da Portela conta que a família tinha uma rotina muito fixa, principalmente aos domingos. Porém, no dia 25 de setembro, Moisés decidiu ir até o posto de gasolina para abastecer o carro, no veículo estava Shayene, a filha do casal, a secretária e mais uma pessoa.

O homem saiu do veículo para ir até uma farmácia próxima dali, quando dois criminosos em uma moto pararam no local. Um deles se aproximou de Moisés e disparou um tiro certeiro e fatal na cabeça da vítima. Os assassinos fugiram logo em seguida. Shayene saiu para ver o que estava acontecendo e encontrou o companheiro sem vida no chão.

As câmeras de segurança da região mostraram que os criminosos esperaram por cinco minutos até que o homem chegasse no posto de combustível, o que indica que eles tiveram informações privilegiadas.

Publicidade

A ex-Fazenda conta que foi um momento traumático, principalmente para a filha que nunca havia presenciado uma cena de violência.

No dia seguinte ao assassinato, uma operação policial acontecia no complexo da Maré, zona norte do RJ. Shayene se dirigia ao Instituto Médico Legal (IML) para liberar o corpo do marido, quando ficou presa no trânsito e terminou sendo vítima de um arrastão. Ela diz que os celulares que poderiam ajudar na investigação teriam sido roubados junto com a habilitação, aliança e o cartão do banco.

Publicidade

Mais tarde, a filha do casal começou a receber ameaças pelo celular relatando que se soubessem que ela e Shayene estavam no veículo teria matado as duas. "Eu tenho medo pela minha filha que é uma criança, tenho medo porque eu preciso estar do lado dela", desabafa a musa.

A polícia tentou identificar o autor das mensagens, mas até o momento o que se sabe é que o chip foi clonado.

Publicidade

Segundo Shayene, o esposo não tinha desafetos ou pessoas que o ameaçavam. Moisés estava trabalhando em uma empresa de tecnologia e se dedicava à família.

Três linhas de investigação foram levantadas pela polícia: envolvimento com a milícia, disputa de jogos de azar e crime passional.

Caça-níqueis e jogo do bicho

Militar reformado, Moisés foi preso em 2010 em uma operação da polícia federal. Os agentes investigavam a máfia dos caça-níqueis e contraventores ligados ao jogo do bicho. Ele seria o responsável por controlar os pontos em Niterói e São Gonçalo (RJ).

As investigações concluíram que Moisés recebia informações privilegiadas de operações porque tinha informantes na polícia federal, civil e militar. Um ano depois foi condenado a 23 anos pelos crimes de contrabando, formação de quadrilha e corrupção ativa.

Em maio de 2012, Moisés foi solto depois de conseguir um habeas corpus. Nessa época, ele conheceu Shayene e, segundo a musa, deixou a vida do crime para trás.

"Vivemos esse tempo todo com os imóveis que o Moisés tinha, até ele conseguir um novo emprego. A vida dele estava completamente calma e pacata", afirma Shayene.

A ex-Fazenda também questiona a hipótese de crime passional: "Nunca faria isso com o meu amor", declara. Shayene também diz estar à disposição da polícia para prestar qualquer tipo de depoimento, mesmo com o medo.

Agora, ela tenta retomar a sua vida e proteger a filha.

Veja a entrevista na íntegra:

Acompanhe o Domingo Espetacular aos finais de semana, a partir das 19h45, na tela da Record TV.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.