Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Especial Gênesis

"O nascimento de Abrão é uma grande vitória para Amat", diz Branca Messina

Personagem já viveu muitos dilemas na cidade de Ur e ainda vai passar por dificuldades com Nadi e Terá ao longo da trama

Entrevistas|Vinícius Andrade, do site oficial

Amat deu à luz Abrão na quarta fase de Gênesis
Amat deu à luz Abrão na quarta fase de Gênesis Amat deu à luz Abrão na quarta fase de Gênesis (Reprodução/RECORD)

O nascimento de Abrão foi um dos momentos mais esperados da quarta fase de Gênesis e, por isso, a cena foi uma das mais aclamadas pelo público. No entanto, Amat, interpretada por Branca Messina, passou por muitos dilemas na cidade de Ur, até dar à luz Abrão.

Entusiasmada com a repercussão da personagem, Branca Messina revelou em entrevista ao site oficial os desafios enfrentados para gerar Abrão.

"O nascimento de Abrão é uma grande vitória para Amat, ela atravessou o deserto grávida e ainda lidou com tantas provações na sua chegada em Ur. Conseguir colocar no mundo esse bebê é uma grande felicidade", destacou a atriz.

Para Branca, o maior obstáculo da personagem na trama foi manter sua fé convicta diante de tanta perseguição e insistência da população para que ela e Terá (Ângelo Paes Leme) idolarem os deuses de Ur:

"Talvez o maior desafio de Amat, foi se manter consistente na sua fé em meio a tantos convites e influências baseadas na ganância. Mas ela se mantém íntegra na sua relação com o Deus criador", reforçou Branca. 

Abrão vai herdar a fé e devoção
da mãe
Abrão vai herdar a fé e devoção da mãe Abrão vai herdar a fé e devoção da mãe (Reprodução/ Record TV)

É essa devoção de Amat, que Abrão vai herdar e propagar por toda sua peregrinação em busca da terra prometida, na quinta fase da trama:

"Certamente, a melhor forma de ensinar é o exemplo, e Amat é uma mulher com fé em Deus inabalável. Abrão tem uma mãe que crê em Deus, e isso ficará nele", destaca a atriz.

Apesar do momento de euforia com o nascimento do primogénito, Amat ainda não consegue lidar com a aproximação de Nadi (Camila Rodrigues) com Terá.

"No primeiro momento em que Amat conhece Nadi, ela sente que ali as intenções não são boas. Por mais que ela acredite no ser humano, ela também entende todas as imperfeições. Dessa forma, desde o início Amat farejou as más intenções de Nadi. E toda a desonestidade que envolve esse encontro de Nadi e Terá", afirma Branca.

Não perca as próximas emoções envolvendo Amat e sua família em Gênesis na RECORD, de segunda a sexta, às 21h45. 

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.