Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Patrulha das Fronteiras
Publicidade

Armas brancas e pacote de esmaltes despertam a desconfiança dos agentes em Patrulha das Fronteiras

No episódio desta quarta (13), Reinaldo Gottino entrevista delegado da Polícia Federal para saber como funcionam as leis sobre entorpecentes no Brasil

Patrulha das Fronteiras|Do R7

Nada passa despercebido aos olhos dos competentes profissionais das fronteiras
Nada passa despercebido aos olhos dos competentes profissionais das fronteiras Nada passa despercebido aos olhos dos competentes profissionais das fronteiras (Divulgação/RECORD)

No Patrulha das Fronteiras desta quarta-feira (13), a partir das 22h45, mais histórias curiosas e surpreendentes que acontecem nos portos e aeroportos pelo mundo. No primeiro caso da noite, um empresário tenta bancar o esperto e dá um truque para sonegar impostos, mas ele não contava com o olhar apurado dos agentes da Receita Federal no aeroporto.

O telespectador vai conhecer a história de uma mulher que planejou fazer uma visita ao ex-namorado no outro lado do planeta para uma possível reconciliação, mas foi notada pelos agentes de segurança e acabou sendo desmascarada. O desfecho é surpreendente.

Durante o episódio, o apresentador Reinaldo Gottino conversa com o delegado Rodrigo Weber de Jesus, responsável pelo controle migratório do aeroporto internacional de São Paulo, para saber como funcionam as leis no Brasil no caso de entorpecentes e quando acontece uma deportação.

Em outro flagrante, um corretor de imóveis disse que iria ficar algumas semanas no país, mas transportava três malas gigantes. O excesso de peso provocou a desconfiança dos agentes no aeroporto. Além de passar por uma entrevista demorada, a busca super detalhada na bagagem encontrou algo que ele não esperava. Como será que termina essa história?

Publicidade

Além disso, um viajante tenta passar na alfândega com uma mala cheia de souvenires inusitados e armas brancas. Os itens declarados passam por inspeção e os profissionais descobrem algo que nem o dono da mala sabia.

Um colhedor de frutas "sincerão" faz revelações que deixam as autoridades em alerta. Em apuros, ele admitiu o uso de drogas e, mesmo sem transportar nenhum entorpecente, acabou sendo deportado. O que será que aconteceu?

Publicidade

Em outro caso de controle imigratório, uma mulher é escolhida sem motivo aparente. Após ter a vida investigada, foram descobertas várias mentiras sobre seu passado. O clima pesou e a história não terminou bem.

E um simples pacote com esmaltes de má qualidade chama a atenção do agente de controle. No raio-x, vestígios de material orgânico são detectados. O final desse caso surpreendente e outras histórias você acompanha no Patrulha das Fronteiras.

Publicidade

Patrulha das Fronteiras mostra a incansável rotina de trabalho das equipes de controle de alfândega e do departamento de biossegurança de portos e aeroportos pelo mundo, que não medem esforços para garantir a segurança de todos que passam pelas fronteiras de um país, que estão constantemente sob ameaça. O telespectador acompanha os bastidores da atuação desses agentes no combate aos mais diversos tipos de crimes que acontecem nas divisas de qualquer parte do planeta.

Com apresentação de Reinado Gottino, Patrulha das Fronteiras vai ao ar nas noites de quarta-feira, às 22h45, na tela da RECORD.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.