Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Cidade Alerta Interior
Publicidade

Polícia procura jovem de 18 anos suspeito de matar e enterrar mulher no quintal da casa dela, em Barretos

Rapaz teria sido abrigado pela vítima e retirou R$ 100 mil das contas dela, após o crime; Justiça decretou a prisão preventiva dele nesta quarta (2)

Cidade Alerta|Do R7, com informações do Cidade Alerta Interior, RecordTV Interior SP

A Polícia Civil divulgou imagens de um jovem de 18 anos, suspeito de matar uma mulher e enterrar o corpo no quintal da casa dela, no bairro Los Angeles, em Barretos. Leonardo Silva, de 18 anos, é acusado de matar Nilza Maria Aparecida Costa Pingoud, de 62 anos, e está foragido; ele teve a prisão temporária decretada pela Justiça nesta quarta-feira (2). 

Segundo apuração da Record TV Interior, Leonardo teria sido abrigado durante algum tempo por Nilza e, após matá-la, o rapaz teria retirado mais de R$ 100 mil das contas dela. O corpo de Nilza foi encontrado enterrado no quintal da casa onde ela morava, nesta terça-feira (1º), no bairro Los Angeles.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Rafael Faria Domingos, após a decretação da prisão por parte da Justiça, equipes da Polícia Civil realizam diligências para tentar encontrar Leonardo. 

Entenda o caso

Publicidade

Segundo boletim de ocorrência, o corpo de Nilza Maria Aparecida Costa Pingoud foi encontrado enterrado no jardim da casa dela. Vizinhos sentiram falta da idosa e comunicaram a Polícia, que começou a investigar o caso.

Mulher de 62 anos foi encontrada morta e enterrada no quintal de casa, em Barretos (SP)
Mulher de 62 anos foi encontrada morta e enterrada no quintal de casa, em Barretos (SP) Mulher de 62 anos foi encontrada morta e enterrada no quintal de casa, em Barretos (SP) (REPRODUÇÃO/REDES SOCIAIS )

Nesta terça (1º), um policial civil pulou o muro de uma residência vizinha e conseguiu entrar na residência. Ele percebeu que a terra do jardim estava remexida e ao verificar encontrou o corpo de Nilza enterrado no quintal.

Publicidade

Uma vizinha disse que não percebeu nada de anormal e não ouviu nenhum barulho; já outros dois vizinhos afirmaram ter visto um rapaz desconhecido, branco, magro, alto em frente à casa de Nilza no último sábado (29), mas não notaram nada de diferente. 

A filha e um sobrinho de Nilza compareceram ao local, mas afirmaram que não mantinham contato regular com a vítima e não sabem o que pode ter ocorrido. O celular de Nilza não foi encontrado pelos policiais.

Na casa da idosa, existem câmeras de segurança e o aparelho de gravação das imagens foi apreendido para análise. A Perícia também apreendeu outros objetos para investigação do crime, que será apurado como latrocínio. O corpo foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Barretos, e ainda não há informações sobre velório e enterro.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.