Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Repórter Record Investigação
Publicidade

Vítimas tentam retomar a vida e familiares precisam lidar com a ausência

Sandra e Degina sobreviveram ao massacre e seguem em recuperação

Repórter Record Investigação|Do R7

As feridas abertas no dia 25 de novembro de 2022 ainda não cicatrizaram. Sandra e Degina sobreviveram ao massacre e seguem em recuperação. Wellington perdeu a companheira naquele dia. Hoje, tenta reorganizar a vida sem a mulher com quem teve três filhos. Já dona Ana Célia ainda está muito machucada com a morte da neta.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.