Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Top Chef Brasil 4
Publicidade

Teste de Fogo terá pratos com técnicas clássicas de três países no Top Chef Brasil desta quarta (9)

O vapor será representado pelo Japão, a fritura pelos Estados Unidos e a marinada pelo Peru

Novidades|Do R7

Janaina Torres Rueda, Felipe Bronze e Emmanuel Bassoleil avaliam os pratos do Teste de Fogo
Janaina Torres Rueda, Felipe Bronze e Emmanuel Bassoleil avaliam os pratos do Teste de Fogo Janaina Torres Rueda, Felipe Bronze e Emmanuel Bassoleil avaliam os pratos do Teste de Fogo

No Top Chef Brasil desta quarta-feira (9), os participantes encaram mais um Teste de Fogo de tirar o fôlego e abrir o apetite!

Os competidores serão divididos em grupos e terão o desafio de preparar pratos com técnicas clássicas correspondentes ao país que for sorteado. O vapor será representado pelo Japão, a fritura pelos Estados Unidos e a marinada pelo Peru.

A escolha dos ingredientes é livre e o sabor do prato não precisa ser relacionado ao país, já que o fundamental para a avaliação dos jurados é a utilização da técnica clássica. Depois da prova, a qualquer momento a sineta pode tocar e a equipe vencedora receberá um dilema que influenciará diretamente no Desafio de Eliminação que vai ao ar nesta quinta-feira 10/08.

O Top Chef Brasil é apresentado por Felipe Bronze, com produção da Floresta, direção-geral de Eduardo Mendonça e direção do núcleo de realities de Rodrigo Carelli. Nesta temporada, é exibido duas vezes por semana: às quartas e quintas-feiras, a partir das 22h45.

Publicidade

PERFIS DOS 9 CHEFS QUE CONTINUAM NA COMPETIÇÃO

HENRIQUE IDE

Publicidade

29 anos

Jundiaí - SP

Publicidade

Trabalha como padeiro e cozinheiro em uma padaria/restaurante. Gosta de gastronomia desde criança. Trabalhou e estudou na Suíça. Sobre o programa, define-se como confiante, focado e muito competitivo, mas se assusta com o confinamento. Se ganhar o prêmio, pretende investir em estudos e no próprio negócio. Quer ser reconhecido nacionalmente.

Rede social: @henriqueide

RUBENS GONÇALO

37 anos

Rio de Janeiro - RJ

Nasceu em São Luís, no Maranhão, e mudou-se para o Rio de Janeiro para tratar de uma doença e ficou curado. É descendente de indígenas. Arrumou emprego para lavar pratos em um buffet. Sem condições financeiras, um chef pagou sua Faculdade de Gastronomia e formou-se em 2009. Já fez estágios em Barcelona, na Espanha. Em 2014, voltou para o Brasil para trabalhar em redes de hotéis. Hoje, é chef executivo de uma rede importante de hotéis no Rio de Janeiro, onde foca na cozinha de raízes brasileiras. Sonha em ter seu próprio restaurante. Se ganhar o programa, vai usar o prêmio para montar seu próprio negócio. Sobre sua personalidade, odeia perder, não tem papas na língua e sabe lidar com a pressão.

Rede social: @chefrubens

GABRIEL GIALLUISI

27 anos

São Paulo - SP

Nasceu em uma família ítalo-brasileira e foi criado por donos de restaurantes, tendo contato com a gastronomia desde cedo. Os pais eram donos de um restaurante, que ocupava parte da casa onde morava. Seguiu os mesmos passos da família como cozinheiro profissional assim que terminou o ensino médio. Formou-se em Gastronomia e trabalhou na área até viajar para o exterior. Passou por Milão, Londres e Madri. Atualmente, é sócio proprietário e chef executivo de um restaurante. Define-se como um líder ativo, focado, determinado, confiante e exigente.

Rede social: @gabriel.gialluisi

EDUARDO MORAES

26 anos

Salvador - BA

Atualmente, é chef de cozinha de um bar na capital Salvador e dá consultoria. Começou como merendeiro e depois foi chamado para trabalhar em alguns restaurantes. Desde cedo, ganhou carinho pela cozinha ao observar a avó no sertão da Bahia. Fez curso no SENAC em Petrolina (PE) e Faculdade de Gastronomia em Salvador (BA). Já foi chef em alguns lugares e já teve um bistrô. Define-se como agitado, comunicativo, mas teme bater de frente e não levar desaforo para casa. Já passou por dificuldades financeiras para tentar realizar seu sonho. Com o programa, pretende dar mais visibilidade ao seu trabalho. Se ganhar o prêmio, pretende ensinar outras pessoas, fazer cursos e investir mais em seus eventos de trabalho. Quer mostrar que a comida nordestina é resistência.

Rede social: @eduardomoraescome

NARA AMARAL

54 anos

Salvador - BA

Formada em Administração, passou dois anos em Angola dando aulas. Dona de um restaurante em Salvador, recebe com frequência personalidades e artistas no local, o que tem garantido visibilidade ao seu trabalho. Cozinhou na posse do Presente Lula, a convite de Bela Gil. Define-se como competitiva, líder nata, criativa, justa, mas teme ter pouca técnica por não possuir formação na área de Gastronomia.

Rede Social: @chefnaraamaral

NANDA CRIOULA

26 anos

Porto Ferreira - SP

Trabalha como professora de Gastronomia, dando consultorias e serviços de personal chef. Formada em Gastronomia desde 2017, tem pós-graduação em cozinha brasileira. Começou na área fazendo comida em casa. Abriu negócios, mas teve que fechar todos. A inspiração para entrar na gastronomia veio dos avós. Como seu ponto forte, cita a inovação, mas se considera ansiosa, competitiva, empoderada, não leva desaforo para casa e se cobra demais. Com o programa, espera mais visibilidade, para o que o Brasil conheça seu trabalho. Se conquistar o prêmio, pretende investir na sua carreira, comprar uma casa e ajudar a família. Para o futuro, sonha em ser uma empresária de sucesso.

Rede social: @nandacrioula

VICTÓRIA TELES

26 anos

Rio de Janeiro - RJ

Formada em Gastronomia, começou aos 13 anos ajudando seu pai nos almoços de domingo. Profissionalmente, começou ainda jovem vendendo doces e bolos caseiros em empresas. Mesmo sem condições financeiras, a família ajudou a ingressar na faculdade. Trabalhou em São Paulo. Canadá e Nova York. Possui experiência em restaurantes com estrela Michelin. Passou por vários setores da cozinha até virar chef executiva em um hotel em Búzios, no litoral fluminense. Tem conhecimento em cozinha italiana, francesa e asiática. Define sua personalidade como: paciente, positiva, fácil de lidar, mas que sabe se impor de forma correta.

Rede social: @victoriateles

JAMILE MASSAHUD 

38 anos

Lavras - MG

Na infância, o pai a levava para experimentar comidas de rua e restaurantes Brasil afora. Foi rejeitada na adolescência por ser gay e saiu de casa aos 15 anos. O irmão do seu melhor amigo era cozinheiro na Europa e foi nesse momento que começou a se profissionalizar na área. Em 2007, veio a São Paulo para cursar a Faculdade de Gastronomia. Com 16 anos de experiência, define-se como amável, generosa, bem-humorada, organizada, mas também acredita ter uma personalidade forte, sabendo se posicionar para revolver conflitos. Hoje, tem o próprio restaurante, onde também treina a equipe e dá consultorias.

Rede social: @chefjaja

LORENA LACAVA

40 anos

Guarapuava - PR

Dona de restaurante no Paraná, faz participações em programas da TV local. Formada em Medicina Veterinária e Gastronomia. Especialista em carnes, já estudou e trabalhou em outros países. Criou o projeto "churras das gurias" , que atende eventos particulares. Trabalhar com proteína e brasa julga ser seu ponto forte. Já o fraco considera ser a confeitaria. Se ganhar o programa, pretende investir o prêmio na formação e também em outros restaurantes. Gosta de estudar culinária internacional e se irrita com desorganização.

Rede social: @cheflorenalacava

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.