Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Hoje em Dia Hair
Publicidade

Emerson Moura sobre a final do Hair: “Coração está a mil”

O cabeleireiro destaca a sensibilidade da apresentadora Ana Hickmann, que transformou o clima de competição em algo mais humano  

Novidades|Juliana Lambert, do site oficial


Emerson fez novos amigos no reality
Emerson fez novos amigos no reality

Finalista da primeira edição do Hair, o reality dos cabelos, Emerson Moura, de 32 anos, não tem a menor dúvida de que foi uma das melhores experiências que já vivenciou. “Além de mexer com o meu lado profissional, que levo muito a sério, balançou muito o emocional e psicológico também. Eu acreditava que teria rivais querendo competir, mas percebi candidatos muito fofos, criei carinho e amizade”, revela.

Quando decidiu participar do reality, ele já imaginava que Hair tomaria uma grande proporção, tendo em vista que o brasileiro é bastante ligado ao mundo da beleza e o número de profissionais neste setor só cresce. “A melhor parte dessa experiência é o carinho do público nas minhas redes sociais. Percebo que torcem de coração, recebo muitas mensagens de apoio e carinho. Isso é incrível”.

Para Emerson, um dos momentos mais difíceis da competição foi a saída de Shadi. “O clima de tensão e nervoso era muito forte. Acabou levando a minha adrenalina e ansiedade às alturas”, relembra.

O finalista confessa que não conseguia se imaginar na final ao longo dos episódios. “A competição era uma montanha-russa. Alguns dias, eu ficava em segundo lugar, outros o Celso [Kamura] me detonava”, brinca.

Publicidade

Brincadeiras à parte, Emerson só tem elogios ao jurado técnico que cativou o público: “Ele é um profissional renomado, tem muitos anos de experiência no mercado e um perfil profissional parecido com o meu, por atuar com clientes de estilo clássico dentro do salão e, ao mesmo tempo, conduzir editoriais e desfiles de moda que exigem muitas vezes trabalhos mais descolados e modernos. Por esse motivo, o aprendizado que fica é ser sempre perseverante e engajado para tentar dar o meu melhor”, conta o cabeleireiro.

Da sua participação no Hair, ele leva destaca a oportunidade de ser resiliente. “Passar por pressão, tempo de execução e ouvir críticas, tudo isso nos fortalece e nos ensina”.

Publicidade

Além de tantos desafios e aprendizados, ele também fala sobre estar em um projeto que teve a apresentadora Ana Hickmann no comando: “Sou canceriano e amo ser acolhido. Essa sensibilidade e carinho que ela teve com todos me fez encarar a competição pelo jeito humano. Eu já tive o privilégio de trabalhar com outros artistas e consigo sentir se há sinceridade ou não. Ao lado dela, era notório que sentimento era verdadeiro”, conta.

A proximidade da grande final nesta sexta-feira (3) tem deixado o participante nervoso e ansioso: “Meu coração está a mil, não sei se vou aguentar! Está de arrebentar”, avisa.

A final de Hair vai ao ar nesta sexta-feira (3) durante o Hoje em Dia, a partir das 10h, com reapresentação no sábado (4), às 22h30, na tela da Record TV.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.