Logo R7.com
Logo do PlayPlus

Daniel Dalcin interpreta Zia em A Rainha da Pérsia: ‘Extremamente gratificante’

Ator detalha preparação para viver o escriba na nova superprodução da RECORD

Entrevistas|Gabriel Alberto, do site oficial

Daniel Dalcin vive o escriba Zia em A Rainha da Pérsia (Divulgação)

Daniel Dalcin está de volta à RECORD para interpretar Zia em A Rainha da Pérsia. Na nova superprodução da emissora, que estreia em junho, o ator dá vida a um escriba do palácio do rei Xerxes (Carlo Porto).

Em entrevista ao site oficial, ele revelou detalhes da preparação para a série e destacou a importância de interpretar personagens complexos na emissora.

“É extremamente gratificante [estar de volta]. Me sinto muito honrado porque as histórias me tiram completamente do lugar de conforto. Em outros trabalhos, quando era mais novo, era sempre o ‘playboy’. Aqui, exploro várias outras facetas que me encantam de uma forma bem interessante”, garantiu Daniel, que emenda trabalhos na RECORD após brilhar em Gênesis (2021) e Reis (2022).

O ator explicou que o escriba é a pessoa responsável por escrever em papiros, em tabuletas, as leis do reino e passar para outras províncias. Eles tinham que saber várias línguas para adequar a informação e fazer com que chegasse de forma clara aos locais.

Para viver Zia, ele participou de rodadas de estudo em workshops no Complexo de Dramaturgia da Seriella Productions e continuou a preparação em casa para dar mais veracidade às ações do escriba.

“Acredito que sempre preciso me transformar para viver o personagem. Então, em casa, a primeira coisa que treinei foi a mudança da escrita, porque nos papiros tínhamos que escrever da direita para a esquerda, e em tempos atuais, escrevemos ao contrário”, contou.

Daniel Dalcin buscou se preparar ao máximo para viver Zia (Divulgação)

Além disso, Daniel teve o auxílio do Professor Maurício, consultor histórico da trama, para compreender o contexto em que o personagem está inserido.

“O Maurício explicou para a gente que os papiros vinham do Egito e demandavam um cuidado muito grande no manuseio. Em casa, trabalhei com folhas finas e escrevendo em velocidade muito menor do que nos tempos atuais”, explicou.

No dia da primeira gravação no set do salão de atendimento, Daniel também recebeu orientações sobre o manuseio das ferramentas de trabalho de Zia.

Em A Rainha da Pérsia, o ator contracena diretamente com Sérgio Abreu: “Estudamos e fizemos toda a preparação juntos. Tem sido maravilhoso. Ele é um grande colega de cena e parceiro”.

Sobre o escriba, o ator adiantou um pouco da personalidade do personagem: “É bem complexa, tive que trabalhar com muito carinho porque o Zia é uma pessoa extremamente gananciosa e invejosa”.

Com a estreia cada vez mais próxima, Daniel está na expectativa para ver o personagem ganhar vida: “Estamos trazendo uma superprodução belíssima, com imagens do Marrocos, cenários e figurinos lindíssimos. Uma equipe que está sempre de parabéns”.

Os próximos meses prometem muita emoção na carreira do ator, que além da série, produziu, protagonizou e escreveu o curta Galo de Briga que vai estrear no Festival de Gramado. Gravado em uma comunidade da zona sul do Rio de Janeiro, o curta traz Daniel como um boxeador e uma trama sobre família e legado.

Para viver o protagonista do filme, Daniel encarou uma preparação física intensa, emagrecendo cerca de 10 quilos para chegar no peso-pena da modalidade. O ator se dedicou ao máximo à produção que definiu como “uma história cultural e brasileira”.

Fique ligado! A Rainha da Pérsia estreia em junho na tela da RECORD.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.