Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Apocalipse

Sérgio Marone fala sobre o privilégio de viver Ricardo Montana em Apocalipse

Ator relembra personagem complexo e contemporâneo inspirado em vários líderes mundiais; novela retorna à tela da RECORD nesta segunda (27)

Apocalipse|Juliana Lambert, do site oficial

Conheça Ricardo Montana, o Anticristo de Apocalipse
Sérgio Marone fala sobre como foi viver o protagonista de Apocalipse Ricardo Montana relembra protagonista de Apocalipse

A novela Apocalipse retorna à tela da RECORD em uma edição especial, a partir desta segunda (27). Em conversa com o site oficial, Sérgio Marone relembrou a trama e contou sua inspiração para compor o protagonista Ricardo Montana.

“Me inspirei em vários líderes mundiais, alguns que eu admiro, como o Trudeau [Justin Trudeau é educador e primeiro-ministro do Canadá], que acredito ser uma pessoa bem intencionada, além de excelente político, até outros que não admiro tanto. Fiz um trabalho de mergulhar na psique desse personagem, que é um sociopata”.

Marone destaca a oportunidade de interpretar o Anticristo, que é tomado pela megalomania e pelo poder ao longo da novela: “Foi um privilégio viver o Ricardo Montana, um personagem tão complexo e contemporâneo, muito bem escrito pela Vivan Oliveira”.

Com gosto sofisticado e exímio colecionador de artes, Ricardo Montana está sempre alinhado em elegantes ternos italianos. Segundo Marone, o figurino fez toda a diferença na hora de dar vida ao vilão.

“O figurino é importantíssimo na composição. Eu começo a descobrir grande parte das expressões corporais do personagem quando visto o figurino. Parece que você percebe a maneira como ele anda, como senta... Foi muito bem pensado pela equipe de figurino e pelo alfaiate que desenvolveu os ternos, eu também dei um ‘pitaco’ ou outro [risos]. Pensamos milimetricamente em todos os detalhes, nos lenços, gravatas, colarinhos e até quantos botões os ternos teriam”, revela.

Ricardo Montana exigia muito do ator, que acabava dormindo no pouco tempo que sobrava entre uma gravação e outra: “Eu fiquei bem exaurido com esse personagem, foi muita energia e tinha muitos textos. Chegou uma hora que não era mais possível decorar e eu tinha que usar ponto eletrônico. Foi um processo bem diferente de tudo o que eu já fiz, pois eu tive que desenvolver outras técnicas de estudo de texto, mas valeu a pena”.

Marone reforça a mensagem: “Que a gente perceba que não existe um único momento onde esse apocalipse vai acontecer, acho que estamos caminhando para isso há décadas e é importantíssimo termos a consciência de que o ser humano é o principal responsável por isso. Cabe a nós a escolha de iluminar o bem ou o mal. A humanidade de um modo geral tem iluminado áreas muito sombrias do caráter e personalidade e por isso é a principal responsável pelo apocalipse ao qual estamos nos conduzindo”.

A novela Apocalipse estreia nesta segunda (27), a partir das 15h30, na tela da RECORD.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.