Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Balanço Geral Manhã
Publicidade

Moradora de bairro nobre de SP usa drone para identificar bandidos que invadiram mansão

Uma quadrilha acabou se dando mal ao tentar roubar residências de luxo na zona sul da cidade; entenda o caso

Balanço Geral Manhã|Do R7

Traumas e mortes marcaram a manhã do bairro nobre
Traumas e mortes marcaram a manhã do bairro nobre Traumas e mortes marcaram a manhã do bairro nobre (Reprodução/RECORD)

O Balanço Geral Manhã mostrou o desfecho de um plano criminoso que acabou dando errado, mas gerou outras graves consequências. Na tentativa de assaltar mansões na zona sul de São Paulo, um grupo especializado na ação não esperava o que aconteceria dessa vez. 

Moradores do bairro Cidade Jardim acordaram com barulhos de tiro e movimentação da polícia nas ruas da região. Até então, ninguém sabia ao certo do que se tratava, mas a curiosidade era direcionada para uma fumaça em uma das casas de luxo. Lá, bombeiros tentavam apagar o incêndio em um carro.

Quatro homens em atividade suspeita foram avistados pela empresa que faz a segurança privada de algumas residências de alto padrão. Ao ser acionada, a Polícia Militar foi até o local e com os agentes de segurança, cercaram o terreno. Quando notaram a presença das autoridades, iniciaram uma fuga que acabou pior do que poderiam imaginar. 

Uma moradora, também responsável pela segurança da região, usou um mecanismo inusitado para identificar a localização específica dos homens: um drone. Com o equipamento aéreo, ela conseguiu avistar os suspeitos dentro da residência, ajudando, assim, nas providências tomadas pelas autoridades. 

Publicidade

Leia também

Um veículo policial foi utilizado para bloquear o portão da casa, onde os bandidos mantiveram o morador de refém. Mesmo com a saída impedida, a quadrilha tentou sair do local a todo custo, e usou um carro da propriedade para isso. O suspeito que estava na condução do veículo acelerou, bateu contra a estrutura e pegou fogo na hora. 

Dentro do veículo em chamas, o motorista morreu carbonizado. Já os outros, tentaram escapar correndo, mas foram baleados. Dois dos suspeitos já eram foragidos da polícia. Um deles, estava preso e não voltou da "saidinha" temporária. Apenas um sobreviveu, e foi encaminhado ao hospital em estado grave. 

Publicidade

Depois de tudo, a perícia da Polícia Civil e a equipe do Instituto Médico Legal foram até o local investigar a área. Agora, as autoridades apuram a identificação de um suposto comparsa que estaria dando cobertura à quadrilha em um carro na rua, mas fugiu quando a polícia chegou. 

Além disso, uma pistola foi apreendida e imagens do circuito de segurança devem ser analisadas para entender melhor toda a dinâmica do crime. 

Publicidade

Confira na íntegra:

Fique ligado no Balanço Geral Manhã para mais casos como esse. O programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, a partir das 5h, na RECORD.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.