Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Balanço Geral
Publicidade

‘É forte demais’, desabafa mãe de jovem morto por ciúmes em escola

Uma quadra em Recife (PE) virou cena de crime após a vítima se envolver com uma garota comprometida; entenda

Balanço Geral|Do R7

RESUMINDO A NOTÍCIA

  • Um jovem começou a se relacionar com uma garota comprometida;
  • Ao saber da situação, o namorado dela resolveu tomar uma providência;
  • Armado, foi tirar satisfações com a vítima e atirou para matar;
  • Muito abalados, familiares do garoto morto contaram detalhes sobre o caso.
record; balanço geral; caso criminal; ciúmes mortais
O jovem foi pego de surpresa e não teve chances de se defender Reprodução/RECORD

O Balanço Geral acompanha o caso de um jovem que, ao se envolver com a pessoa errada, acabou pagando com a vida.

Em meio a uma quadra escolar de futebol na cidade de Recife (PE), Gabriel Justino, de 16 anos, foi surpreendido por outro jovem que estava preparado para matar.

Câmeras de segurança da instituição de ensino gravaram o exato momento em que tudo aconteceu. Sentado ao lado de amigos, a vítima foi abordada pelo suspeito já com o revólver na mão.

Leia também

Após uma breve conversa, o garoto armado não hesitou em apertar o gatilho e disparou diversas vezes contra Gabriel.

Publicidade

Logo em seguida, o suspeito correu, assim como todos presentes no local. Mesmo assim, o jovem ainda chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital.

Em entrevista exclusiva ao programa, a família do jovem morto contou detalhes das dificuldades que enfrentam com a morte do caçula, e ainda revelaram a possível motivação do assassinato.

Publicidade

“É forte demais ver uma pessoa matar meu filho e destruir a vida [dele], que cuidei com tanto carinho”, desabafou Erika Maria Saturnino, mãe de Gabriel.

Segundo Brenda Maciel, seu irmão foi morto devido a um relacionamento que estava iniciando com uma garota da mesma escola. Isso porque a jovem já teria um namorado, que não gostou da situação e usou da medida drástica para intervir.

Publicidade

A parente disse, ainda, que Gabriel havia contado detalhes do encontro que teve com a garota que motivou sua morte. “Ela pediu para me conhecer melhor”, foi uma das revelações feitas pelo menino antes de tudo acontecer.

Muito abalada e incapaz de conter as lágrimas, a mãe de Gabriel falou mais sobre o filho que perdeu. “Não fazia mal a ninguém, não roubou, não matou e nem tinha vícios”. Além disso, o garoto era estudioso e cheio de sonhos. Um deles, inclusive, era ser jogador de futebol.

O estudante era, também, filho único de Amauri Justino, que exige cobra a identificação do assassino. “Vamos correr atrás para tentar a Justiça”, garantiu.

Agora, as autoridades seguem nas investigações para a apreensão do suspeito.

Fique ligado no Balanço Geral para mais notícias como essa. O programa vai ao ar de segunda a sexta, às 11h50; e aos sábados, às 13h, na RECORD.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.