Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Balanço Geral
Publicidade

Fim trágico: jovem que teria sido sequestrado em viagem a trabalho é encontrado morto

Matheus de Lima Costa estava desaparecido há 20 dias em Santa Catarina

Balanço Geral|Do R7

Após 20 dias de buscas, o corpo de Matheus foi encontrado em área de mata na cidade de Joinville (SC)
Após 20 dias de buscas, o corpo de Matheus foi encontrado em área de mata na cidade de Joinville (SC) Após 20 dias de buscas, o corpo de Matheus foi encontrado em área de mata na cidade de Joinville (SC) (Reprodução/RECORD)

O Balanço Geral acompanhou o caso de desaparecimento de Matheus de Lima Costa, de 21 anos, que sumiu após um suposto sequestro em Joinville, Santa Catarina. O jovem é de São Paulo e foi fazer um trabalho com a empresa no sul do país.

Ele foi levado da casa onde estava hospedado quando preparava o jantar. O colega dele, Renan Portella, também foi rendido pelos criminosos, mas conseguiu escapar e voltou para a capital paulista.

Relembre o caso:

O pai, padrasto e tio dele se deslocaram até Joinville (SC) atrás do desaparecido. Delegacias, hospitais e até o Instituto Médico Legal da cidade foram incluídos no roteiro de busca, no entanto, nenhuma pista foi encontrada. Segundo os familiares, o local onde aconteceu o suposto sequestro é muito perigoso e as pessoas ficavam apreensivas quando perguntavam sobre o assunto.

Publicidade

A família desconfia do comportamento do colega de trabalho. Ele foi liberado do suposto cativeiro e não comunicou as autoridades. "Ele se deslocou para São Paulo e foi para a casa dele. Ele nem sequer esperou a polícia na empresa. Isso está muito estranho", disse Jairo Rodrigues, pai de Matheus.

Após 20 dias de buscas, chegou a notícia que os parentes mais temiam. O corpo de Matheus foi encontrado enterrado em uma área de mata no bairro Paranaguamirim, em Joinville (SC). Segundo a polícia, um cão farejador foi o responsável por localizar a área de difícil acesso. Viaturas, bombeiros e até uma retroescavadeira ajudaram no trabalho. 

Publicidade

A investigação confirmou a identidade do corpo, mas a família ainda precisa ir até até a cidade para o reconhecimento e resolver burocracias. Os familiares estão de luto e indignados por não ter indícios do que poderia ter acontecido com o rapaz. A investigação segue na busca pela motivação do crime.

O Balanço Geral vai ao ar de segunda a sexta, às 11h50; e aos sábados, às 13h, na RECORD.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.