Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Balanço Geral
Publicidade

Homem é morto a facadas por corrida no valor de R$ 7,90

Motorista de aplicativo achou que levaria calote e partiu para cima da vítima; a quantia caiu após o último golpe

Balanço Geral|Do R7

Pagamento da corrida caiu minutos depois de Paulo ser atacado
Pagamento da corrida caiu minutos depois de Paulo ser atacado Pagamento da corrida caiu minutos depois de Paulo ser atacado (Reprodução/RECORD)

O Balanço Geral trouxe detalhes do caso de Paulo Rogério, de 32 anos, morto a golpes de facas por um motorista de aplicativo em Curitiba, no Paraná. A vítima era motorista de caminhão, conhecido na região por ser brincalhão, bem-humorado e não imaginava, mas uma simples viagem em um carro de aplicativo acabaria com a vida dele.

Paulo estava em um bar e pediu para a namorada chamar um carro de aplicativo para ele. O rapaz saiu do estabelecimento e seguiu viagem. Quando terminou a corrida, o caminhoneiro disse que pagaria via Pix e pediu para o motorista esperar um pouco, porque a namorada realizaria o pagamento.

Leia também

No entanto, a comunicação estava instável e a transferência demorou a chegar. Nesse meio tempo, uma discussão começou, porque o motorista pensou que não receberia a quantidade R$ 7,90. O motorista então atacou Paulo com uma faca e desferiu sete golpes.

O jornalismo da RECORD teve acesso a um vídeo feito pela vítima durante a agressão. Mesmo ferido, o caminhoneiro, desesperado, avisou amigos e familiares do ataque e pede por ajuda.

Publicidade

Pelo problema de conexão, o pagamento demoraria cerca de 15 minutos e, posteriormente, foi constatado que o valor foi depositado minutos depois da briga. A vítima chegou a ir para o hospital, porém não resistiu aos ferimentos.

Após quase um mês de investigação, a Delegacia de Pinhais conseguiu localizar o motorista de aplicativo. O suspeito confessou e alegou que agiu daquela forma por conta do pagamento da corrida. O motorista foi preso e indiciado por homicídio por motivo fútil e por impossibilitar a defesa da vítima.

Publicidade

Confira na íntegra:

O Balanço Geral vai ao ar de segunda a sexta, às 11h50; e aos sábados, às 13h, na RECORD.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.