Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Balanço Geral
Publicidade

Caso Champinha: Pai de Liana Friedenbach diz que é contra a maioridade penal

O criminoso foi colocado em uma "unidade experimental de saúde" depois de atingir a maioridade

Balanço Geral|Do R7


Ari, pai de Liana Friedenbach, que foi estuprada e morta em 2003, aos 16 anos, por Roberto Aparecido Alves Cardoso, o Champinha, enquanto acampava em Embu-Guaçu, em São Paulo, conversou com o Balanço Geral. Ari disse que Champinha, que cometeu o crime com 16 anos, já pagou o que devia e é contra a redução da maioridade penal. Felipe Café, namorado da jovem, foi assassinado no dia seguinte do sequestro e Liana passou cinco dias nas mãos de Champinha, foi vítima de abuso sexual, torturas e acabou executada.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.