Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Cidade Alerta
Publicidade

'Chegou chorando e gritando', conta testemunha sobre filho que viu o pai morrer em seus braços

O dono de uma casa lotérica tentou defender o filho de um bandido e acabou sofrendo um latrocínio; entenda o caso

Cidade Alerta|Do R7

Petrônio reagiu ao assalto e acabou pagando com a vida
Petrônio reagiu ao assalto e acabou pagando com a vida Petrônio reagiu ao assalto e acabou pagando com a vida (Reprodução/RECORD)

O Cidade Alerta mostrou um caso de latrocínio onde Petrônio, de 60 anos, tentou salvar o filho, mas acabou morrendo nos braços dele.

Tudo aconteceu na cidade de Teresina, no Piauí, quando um criminoso invadiu a cabine blindada de uma casa lotérica e acabou levando muito mais do que o dinheiro. 

Já com a arma em punho, o homem identificado como Gleidson Ferreira da Silva, rendeu o filho do dono do local e exigiu os valores financeiros.

No momento em que o bandido recolhia as notas, Petrônio percebeu que ele soltou o revólver e resolveu reagir, mas não teve sucesso. Rapidamente, o bandido pegou a arma de volta e atirou no peito da vítima. 

Publicidade

O circuito de segurança do estabelecimento gravou toda a cena do crime. Logo após a fuga do assassino, as imagens mostram o filho de Petrônio abraçado com o pai, já caído no chão.

Em seguida, desesperado, o jovem colou a vítima no carro e foi direto para um hospital da região. Mesmo assim, o homem acabou não resistindo e morreu. 

Publicidade

Leia também

Pacientes e funcionários da clínica relataram que o rapaz chegou aflito, clamando por socorro. "Chorando e gritando", contou uma testemunha sobre o momento de tensão. 

Com o desfecho falta do latrocínio, a polícia localizou e prendeu Isaac da Silva. O bandido já contava com sete processos na Justiça por prática de outros crimes como roubo e posse de drogas.

Publicidade

Além disso, ele usava uma tornozeleira eletrônica que confirmou a presença dele nas proximidades da lotérica no momento exato do crime. Porém, o seu papel foi o de colaborar na fuga do outro bandido, que roubou e matou o empresário. 

Na mesma região, as autoridades também encontraram o carro de Isaac, utilizado como ferramenta do escape. 

Já Gleidson, também já responde na Justiça por outras infrações como roubo, corrupção de menor, tráfico de drogas, receptação e até mesmo homicídios anteriores. Mesmo assim, continua foragido. 

Segundo o delegado Jorge Terceiro, a polícia segue no trabalho de localizar e apreender o bandido para concluir a ocorrência. "Já divulgamos a foto e estamos na captura dele", revelou. 

Confira na íntegra:

Acompanhe o Cidade Alerta para atualizações de casos como esse. O programa vai ao ar de segunda a sexta, a partir das 16h45. E aos sábados, a partir das 17h, na tela da RECORD.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.