Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Cidade Alerta
Publicidade

Matador de aluguel vacila e acaba morto pelo cliente

Vítima foi baleada e seu corpo foi encontrado em uma cisterna desativada; entenda o caso

Cidade Alerta|Do R7

Último contado da vítima com a família permitiu identificar o suspeito
Último contado da vítima com a família permitiu identificar o suspeito Último contado da vítima com a família permitiu identificar o suspeito (Reprodução/RECORD)

O Cidade Alerta acompanha o caso de Dênis Batista Morais, de 29 anos, matador de aluguel que estava desaparecido e foi encontrado morto, em Minas Gerais.

O último contato da vítima com a família foi por meio de uma mensagem de áudio. Ele informou quem seria o responsável pela sua morte, caso algo acontecesse.

A família procurou a Polícia Militar e registrou um Boletim de Ocorrência. No relato, os parentes repassaram também o nome do homem, de 43 anos, citado pela vítima no áudio.

Leia também

Diante das evidências, os policias realizaram buscas e localizaram o suspeito. Ele estava nervoso, mas negou ter envolvimento no desaparecimento de Dênis. Contudo, uma familiar da vítima teria ido ao local, começou a questioná-lo e disse que sabia de todo o esquema envolvendo os dois.

Publicidade

Após os questionamentos, o homem confessou ter matado e ocultado o corpo de Dênis. Ele ainda disse que, há cerca de um mês, estava sendo extorquido pela vítima. O jovem teria ameaçado contar para ex mulher do suspeito que ele mandou invadir a casa dela, agredi-la e colocar fogo no imóvel.

Por conta das chantagens, o criminoso atraiu Dênis para uma área de mata, com a desculpa que consertaria uma bomba d'água. Assim que a vítima virou de costas, o autor atirou duas vezes na cabeça dele. Em seguida, jogou o corpo em uma cisterna desativada com 45 metros de profundidade.

Publicidade

A investigação apreendeu um revólver, três munições e o carro do suspeito. Outro detalhe que chamou atenção foi que a arma usada na ação criminosa pertenceria à ex-companheira do autor, justamente a mulher que ele supostamente queria ver morta. 

Ela foi ouvida pelos investigadores e relatou que comprou o revólver para se proteger, após diversos eventos estranhos que vinham acontecendo. Ainda, disse que deixou a arma com o ex-companheiro sem explicar o porquê, e não sabia nada sobre a suposta extorsão. 

Publicidade

Após prestar depoimento, ela foi liberada. A polícia vai investigar o motivo do suspeito encomendar o assassinato da ex-mulher e se foi Dênis o responsável pelos crimes que aconteceram com ela.

Assista ao vídeo completo:

O Cidade Alerta vai ao ar de segunda a sexta, às 16h50, e aos sábados, 17h, na tela da RECORD

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.