Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Cidade Alerta
Publicidade

‘Quero saber quem matou meu filho’, diz mãe de Kaique Gabriel após encontrar a criança sem vida na beira da piscina

Menino desapareceu durante uma festa e a responsável pela criança achou que ele estaria na casa de familiares; entenda o caso

Cidade Alerta|Do R7

Familiares do menino Kaique acreditam que sua morte tenha sido um assassinato
Familiares do menino Kaique acreditam que sua morte tenha sido um assassinato (Reprodução/RECORD)

O Cidade Alerta apurou mais detalhes sobre o caso de Kaique Gabriel, criança de quatro anos encontrada morta na beira de uma piscina na madrugada da última quarta-feira (5). No dia anterior, o menino estava em uma festa com a mãe, e saiu para brincar com alguns amigos. Ao chegar em casa, ainda sem o filho, a mãe imaginou que ele estaria na casa de algum familiar, por isso não o procurou. Após horas sem notícias, ela foi até a delegacia informar o desaparecimento.

No exame de perícia, a morte foi confirmada em razão do afogamento na piscina. A polícia investiga as circunstâncias que ocasionaram a morte da criança.

Leia também

Segundo familiares, o responsável pelos cuidados com a piscina do salão de festas não teria visto o corpo do menino em nenhum momento. A versão da testemunha deixa a investigação ainda mais complexa, já que o garoto morreu por asfixia causada por líquido.

O avô da criança contou que, a partir das investigações da polícia, ele acredita na possibilidade de um homicídio. “Não temos dúvida de que aconteceu um assassinato”, contou o homem. Ele também revelou que, ao iniciar as buscas pela criança, o salão de festas e a piscina foram averiguadas mais de uma vez, e o corpo de Kaique não estava no local.

Publicidade

Abalada com a situação, a mãe da vítima, também desconfia de um assassinato, e desabafou: “Quero saber quem matou meu filho. Sempre fui uma mãe doida, mas tomei juízo e fui criar meus filhos”.

Assista ao vídeo:

O Cidade Alerta vai ao ar de segunda a sexta-feira, a partir das 16h30; e aos sábados, com duas edições, às 17h e às 21h, na tela da RECORD.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.