Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Cidade Alerta
Publicidade

Sequestro, assassinato e ocultação de cadáver: casal arma plano macabro para roubar bebê

Após cometerem os crimes, eles ainda tentaram se safar, mas acabaram confessando tudo para as autoridades; entenda o caso

Cidade Alerta|Do R7

Motivo dos crimes cometidos pelo casal é surpreendente
Motivo dos crimes cometidos pelo casal é surpreendente Motivo dos crimes cometidos pelo casal é surpreendente Reprodução/RECORD

O Cidade Alerta acompanhou um caso que mostra como existem pessoas capazes de fazer qualquer coisa para conseguir o que querem, inclusive cometer crimes. 

Um homem de 25 anos e sua companheira, de 47, protagonizaram um assassinato seguido de sequestro que chocou a cidade de Sapucaí do Sul, na região metropolitana de Porto Alegre (RS). 

Fingindo ser mãe e filho, o casal se aproveitou da vulnerabilidade da vítima, uma mulher recém-separada, com um bebê. Tudo isso para se aproximar dela, e, assim, chegar no objetivo final. 

Segundo o delegado Cristiano Reschke, o homem que participava da farsa flertava com a vítima, até que conseguiu levá-la para jantar. O carro que utilizaram para sair à noite, foi o mesmo em que a mulher foi morta, logo em seguida. 

Publicidade

Primeiro, foi atingida com um soco na cabeça, depois, enforcada com o cinto de segurança. Além disso, oficial de justiça contou que aguarda possíveis novas informações do relatório da perícia.

O corpo foi encontrado em uma área de mata e, a partir das investigações, agentes da delegacia descobriram não apenas que a vítima tinha um filho de apenas três meses, mas, também, que ele estava desaparecido. 

Publicidade

Os policiais identificaram que a mulher e o bebê saíram de casa na noite anterior acompanhados dos bandidos, que acabaram deixando rastros. O casal premeditou o assassinato e comprou vários itens para recém-nascido, pois era exatamente o que queriam: um bebê. 

Eles foram localizados e presos em flagrante, ainda em posse da criança sequestrada. Após identificar os suspeitos, Cristiano descobriu que ambos não têm uma residência fixa, e já moraram em diversas cidades.

Publicidade

Por isso, a primeira linha de investigação policial era o tráfico humano, porém, foi descartada quando o verdadeiro motivo de tudo veio à tona: "O intuito, realmente, era de ficar com a criança", revelou o delegado. 

Isso porque a mulher que armou todo o plano havia perdido um filho recentemente, e resolveu tomar uma medida criminosa para conseguir outro. Tanto que, quando abordados pela polícia, o casal alegou que a criança era, de fato, deles. Mas depois confessaram o crime. 

Com o resgate do bebê, a equipe do programa conseguiu imagens exclusivas do momento em que a família materna reencontra o pequeno. Com muitas lágrimas de emoção, as parentes da vítima só conseguiram agradecer. 

Agora, o casal deve responder por sequestro de vulnerável cometido após homicídio triplamente qualificado e, também, por ocultação de cadáver. 

Confira na íntegra:

Acompanhe resoluções de casos como esse no Cidade Alerta. O programa vai ao ar de segunda a sexta, a partir das 16h45. E aos sábados, a partir das 17h, na tela da RECORD.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.