Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Doc Investigação
Publicidade

Doc Investigação ouve homem contratado pela milionária Anne Frigo para matar o marido, nesta segunda (11)

No quarto episódio da série true crime, Thais Furlan conversa com Carlos Alex Ribeiro de Souza, que cumpre pena pelo assassinato de Vitor Jacinto

Doc Investigação|Do R7

Doc Investigação fala com Carlos Alex, contratado por Anne Frigo para assassinar o marido, Vitor Jacinto
Doc Investigação fala com Carlos Alex, contratado por Anne Frigo para assassinar o marido, Vitor Jacinto Doc Investigação fala com Carlos Alex, contratado por Anne Frigo para assassinar o marido, Vitor Jacinto (Divulgação/RECORD)

Mais um crime que chocou o Brasil tem sua história recontada nesta segunda-feira (11), no quarto episódio do Doc Investigação. Desta vez, o caso abordado é o da socialite Anne Frigo, também conhecida como a Rainha do Papelão.

Milionária, herdeira da maior indústria de papelão do país, Anne saiu das colunas sociais para as páginas policiais quando encomendou o assassinato do marido, o segurança Vitor Jacinto.

A equipe da série true crime conseguiu conversar com Carlos Alex Ribeiro de Souza, que cumpre pena após ter confessado o crime, ocorrido em junho de 2021. A repórter Thais Furlan foi até o Centro de Ressocialização de Limeira (SP), onde entrevistou o ex-corretor de imóveis. 

“Naquele momento, a única coisa que passava na minha cabeça era poder voltar para casa. Foi um instinto, eu me senti ameaçado pelo histórico, pelo que o Vitor sabia”, diz Carlos. 

Publicidade

De acordo com as investigações policiais, Anne teria pagado R$200 mil para Carlos acabar com Vitor. A socialite queria se vingar do companheiro, que a teria traído com outras mulheres.

A relação entre Vitor e Anne teve início em 2018. Nesta época, Carlos já conhecia o segurança, e começou a ter contato com a milionária. Vitor e a herdeira do “Império do Papelão” viveriam uma história de amor, dinheiro e ódio, que acabou em vingança e tragédia.

Publicidade

“Anne disse que era desprezada por Vitor, que ele a tratava com falta de respeito, mesmo ela lhe proporcionando uma vida de milionário. Fazendo pouco caso dela na frente dos outros, ela era constantemente humilhada,” descreve o ex-diretor do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa, Carlos Pinheiro Lopes, que também conversou com a equipe do Doc Investigação

As brigas e constantes traições de Vitor teriam levado Anne ao extremo: contratar Carlos para executar o marido e jogar o corpo na represa de Guarapiranga, na zona sul de São Paulo. 

Publicidade

Réu confesso, Carlos alega que matou o amigo em legítima defesa. “Lembro exatamente das palavras que Vitor falou: ‘Carlão, você está saindo com a minha mulher, está saindo com a Anne.’ Aí, quando Vitor fez como se fosse pegar a arma dele, infelizmente, para pará-lo, peguei minha arma e atirei no ombro dele”, explica Carlos. 

A equipe da série também teve acesso com exclusividade aos áudios dos celulares de Anne, Carlos e Vitor. Tudo isso e outros detalhes surpreendentes sobre o caso você confere no quarto episódio do Doc Investigação que vai ao ar nesta segunda-feira (11), a partir das 22h45, na RECORD.

No PlayPlus, o Doc Investigação chega ao décimo primeiro episódio. “Onde está Cirilo Barros?” mostra a caçada ao brasileiro mais velho na lista de procurados da Interpol. Um matador de aluguel condenado pelo assassinato de pelo menos quatro pessoas e que escapou da cadeia em uma fuga cinematográfica rumo à Venezuela. Todos os onze episódios da série true crime, podem ser acessados no streaming da RECORD.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.