Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Reis

Vitor Novello ressalta a importância do perdão na vida de Jeroboão em Reis: "Ele se redime"

Ator adianta que o público o verá mais maduro na décima temporada, A Decadência

Entrevistas|Gabriel Alberto, do site oficial


Vitor Novello destaca complexidade de Jeroboão
Vitor Novello destaca complexidade de Jeroboão Divulgação/Seriella Productions

Vitor Novello fez sua estreia em Reisna nona temporada, A Sucessão, como o enigmático Jeroboão. Inicialmente, pouco se sabia sobre o rapaz que foi trabalhar no palácio como servo de Salomão (Guilherme Dellorto). No entanto, seu passado foi sendo revelado e trouxe pistas para o público de quem ele realmente era. 

Em entrevista ao site oficial, Vitor Novello contou como se preparou para viver o personagem na série e analisou a trajetória de Jeroboão, que teve o perdão como principal motivador de transformação na temporada e agora deve demonstrar um amadurecimento maior em A Decadência, que estreia em abril de 2024. 

“Jeroboão é uma figura muito complexa, que não se explica, tem muitos lados. É realmente difícil entendê-lo. Acho essa montanha-russa [do personagem] muito divertida de interpretar”, garantiu. 

No início da temporada, Jeroboão foi ao palácio a mando do faraó Siamun (Gustavo Ottoni) para ficar de olho em Nebset (Priscila Ubba) e também com o intuito de livrar a mãe, Zerua (Dani Moreno), do harém. 

No entanto, o rapaz se complica a partir do momento que tenta encobrir os erros de Rezom (Nando Rodrigues), que achava que era seu pai. Por conta disso, precisa lidar com a morte de Hagite (Vannessa Gerbelli), que o remoeu de culpa e ditou muitas atitudes dele a partir dali. 

“Seria simplista definir como alguém do mal. Acho que ele se viu obrigado a fazer maldades nas circunstâncias em que estava”, opinou Novello. 

A morte da mãe transforma Jeroboão
A morte da mãe transforma Jeroboão Divulgação/Seriella Productions

De acordo com o ator, a descoberta da paternidade e a morte da mãe alteram o destino do rapaz, da mesma forma que o envolvimento com Ashira (Carol Bresolin). 

“Ele se vê desamparado depois que a mãe morre, com a culpa por causa da morte da Hagite. O Jeroboão não queria que tivesse sido assim. Ao longo dessa trajetória, a culpa o atormenta e, por meio do remorso e da redenção, vai se alinhando a um caminho mais ético”, analisou o ator. 

A descoberta da traição da esposa é outro momento-chave na trajetória do personagem. Ao exigir o apedrejamento de Ashira a Salomão, Jeroboão se vê confrontado com o perdão do rei, que usa da sabedoria para perdoá-lo após a admissão do servo sobre os erros que cometeu. 

Jeroboão se decepcionou com a traição da esposa
Jeroboão se decepcionou com a traição da esposa Divulgação/Seriella Productions

“Depois que ele pega a Ashira traindo, é o fundo do poço. E aí, na conversa com o Salomão, em que o rei perdoa o Jeroboão, planta uma sementinha no coração dele do perdão também. E é o que ele faz com Ashira. Acho que o Jeroboão realmente se redime e no final a gente o vê mais maduro”, contou. 

Para compor um personagem tão complexo, o ator ressaltou a importância da preparação. 

“Leio bastante o texto, gosto de decupar e dividir as cenas em ordem cronológica, e me guio por isso. Acho que o texto traz as respostas e as que ele não traz, a gente imagina, o que também faz parte do nosso trabalho como ator. Nesse início, me desprendi do que eu sabia e tentei descobrir com as cenas. Foi a minha escolha”, revelou. 

Jeroboão muda seu caminho após ser perdoado
Jeroboão muda seu caminho após ser perdoado Divulgação/Seriella Productions

A trajetória de Jeroboão permitiu a Novello viver diferentes facetas da atuação. 

“Ele tem me dado a oportunidade de experimentar outras sensações que a vida não traz, mas a ficção pode trazer, do perdão, da culpa e da raiva extrema. Ele começa muito educado e correto, depois vai se desvirtuando. Acredito que atuar é uma relação entre o personagem e o ator, porque emprestamos a nossa emoção real para a cena”, afirmou. 

Por fim, Novello concordou ao refletir que o perdão guiou Jeroboão em A Sucessão

“Acho que tanto o fato de perdoar quanto ser perdoado. Salomão deu o exemplo e ele seguiu. Mesmo que não confie mais na Ashira, ele a perdoa. E o Jeroboão precisava muito desse perdão do Salomão, do Quimã (Paulo Vilela) e de Deus. Quando ele sente que foi perdoado, é um grande alívio e [agora] pode seguir a vida”, analisou.

Gostou de relembrar a história de Jeroboão em Reis? Então, reveja todos os episódios no PlayPlus.com. A décima temporada da série, A Decadência, estreia em abril de 2024 na RECORD.

Cirillo Luna elenca sete cenas inesquecíveis de Davi na série:

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.