Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Balanço Geral
Publicidade

‘Sensação de impotência’, desabafa esposa de segurança que morreu após ser agredido por cliente em casa noturna

O agressor fugiu sem prestar socorro e familiares da vítima pedem por justiça; entenda o caso que aconteceu no litoral paulista

Balanço Geral|Do R7

RESUMINDO A NOTÍCIA

  • Segurança morre após ser agredido em casa noturna em São Vicente (SP);
  • Almicar tentou impedir que cliente saísse sem pagar da boate;
  • Familiares da vítima pedem por justiça;
  • O autor do crime foi identificado e um pedido de prisão foi solicitado à Justiça.
Segurança morre após ser agredido em casa noturna no litoral paulista (Reprodução/RECORD)

O Balanço Geral trouxe novidades sobre o caso do segurança Amilcar Silva dos Santos, de 49 anos, agredido com uma cabeçada e golpes de capacete em uma casa noturna de São Vicente, no litoral de São Paulo. O segurança chegou a ficar duas semanas internado na UTI, mas não resistiu aos ferimentos.

Segundo testemunhas, a briga teria começado porque um cliente queria sair da boate sem pagar a conta.

Leia também:

“Sabemos que o cliente se recusou a pagar uma comanda, e ele foi lá para tentar conversar”, diz Beatriz Leite da Silva, esposa da vítima.

Durante a discussão, Almicar tentou tirar o cliente da casa noturna, mas foi surpreendido com golpes de capacete. O homem foi levado para o hospital, já inconsciente e ficou na UTI durante duas semanas. A vítima não resistiu aos ferimentos e a causa da morte foi dada como traumatismo craniano.

Publicidade

No dia do crime a boate estava lotada, e os outros clientes que presenciaram a agressão ficaram chocados com a ação do criminoso. Almicar tinha 22 anos de profissão e segundo familiares e amigos, buscava sempre por paz.

“Muito triste, muita tristeza, muito sofrimento, muita mágoa. Uma sensação de impotência, porque é desnecessário tirar uma vida por tão pouco”, lamenta a esposa da vítima.

Publicidade

“Que seja feita a justiça, é isso que queremos. A dor é muito grande. A família só quer justiça, ninguém quer vingança, quer só a justiça”.

O autor do crime foi identificado pela polícia e teve o pedido de prisão solicitado à Justiça. O caso foi registrado inicialmente como lesão corporal e atualizado para morte suspeita.

Publicidade

Assista ao vídeo:

O Balanço Geral vai ao ar de segunda a sexta, às 11h50; e aos sábados, às 13h, na RECORD.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.