Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Canta Comigo 6
Publicidade

Patrícia Coelho ressalta nova fase musical: ‘Sonoridade fresca, alternativa e orgânica, sem exageros ou excessos’

A jurada do Canta Comigo 6 falou sobre a experiência no painel de especialistas, carreira e repercutiu o álbum ‘Pat Lapin’

Entrevistas|Bianca Barbosa, do site oficial

Patrícia estreou no painel de especialistas na sexta temporada do reality (Reprodução/Acervo Pessoal)

Patrícia Coelho ou Pat Lapin, para os fãs mais chegados é uma gigante da música! A artista, que foi considerada uma das maiores intérpretes brasileiras pela revista Time, é um dos presentes que o público recebeu na sexta temporada de Canta Comigo. A jurada passou a fazer parte do painel de especialistas do reality em 2024 e contribui com sua vasta experiência musical, resultado de anos de uma carreira de sucesso nacional e internacional.

“Sou completamente apaixonada pelo universo do entretenimento da televisão brasileira! É uma experiência incrível poder fazer parte como jurada de um programa tão vibrante, colorido e repleto de diversidade e talento musical. Em meio a tantas adversidades que o mundo enfrenta, somos transportados para um universo de alegria e surpresas através de vários talentos incríveis”, contou a artista.

Veja também:

Ela se diz extremamente feliz em fazer parte do painel e elogiou o trabalho do Rodrigo Faro: “Habilidade em conduzir o programa de forma cativante, agradando a todos os perfis de famílias brasileiras”.

No primeiro ano como jurada, Patrícia valorizou a interpretação dos candidatos: “Fico emocionada e canto junto quando a performance transmite autenticidade e verdade, por isso a escolha do repertório é tão importante. Além disso, admiro muito quando o cantor possui um timbre vocal interessante e usa notas prolongadas no final das frases. Esses elementos adicionam um toque especial”, revelou.

Publicidade

A cantora ainda não participou do Duelo de Jurados, mas deixou um desejo no ar: “Seria incrível poder cantar ao lado de um jurado que, assim como eu, aprecia explorar a diversidade musical. Um pot-pourri de música brasileira, rock, soul e jazz seria uma combinação perfeita!”

Carreira

Patrícia formou sua primeira banda ainda muito nova, aos 14 anos. Alguns anos depois, teve o primeiro grande sucesso com Sect, um trio de música eletrônica em parceria com o DJ Gui Boratto e seu irmão Tchorta, com músicas autorais cantadas em inglês. Em seguida, estourou no Japão: “Meu primeiro álbum solo foi lançado pela EMI japonesa, que se interessou pelo meu trabalho novo em português. O álbum foi produzido por Daniel Carlomagno e também tive a oportunidade de gravar uma música com Max de Castro.”

Publicidade

Em 2001, a cantora fez uma apresentação muito elogiada no Rock in Rio, a revista Time a considerou como uma das maiores intérpretes brasileiras. Nesse momento, Pat já contava com seus hits em trilhas de novelas e na boca do povo, além de uma participação que agradou o público na Casa dos Artistas. Desde então, emplacou vários sucessos.

Sobre a possibilidade de enfrentar um reality de confinamento novamente, Patrícia é direta: “Estou muito feliz em estar de volta à TV aberta brasileira, especialmente em um programa tão emocionante, alegre e inspirador. Já o confinamento, emocionalmente, não tem um bom efeito em mim”.

Publicidade

Pat Lapin

A jurada lançou três álbuns entre 1997 e 2002, e passou um tempo investindo em outros projetos, até iniciar uma nova jornada em 2019, com Pat Lapin: “Representa uma nova fase musical para mim, com uma sonoridade fresca, alternativa e orgânica, sem exageros ou excessos de produção. É um trabalho sincero, onde pude explorar um novo timbre vocal para transmitir mais autenticidade. As músicas e composições abordam a realidade e fragilidade sob uma perspectiva feminina, vivendo na cidade de São Paulo”, contou.

“Lapin” é coelho em francês, um acerto criativo da cantora que marca uma nova versão, a mesma Patrícia, mas diferente. Nas redes sociais, a jurada mostra um lifestyle alinhado ao álbum, com viagens cantando pelo mundo, surfe e momentos descontraídos com os amigos.

A participação no Canta Comigo também faz parte desse novo estado de espírito: “Acabei me identificando com tantas histórias e situações, que me fez refletir sobre minha própria trajetória na música. Me apaixonei por música e tive vontade de me expressar através dela”, finaliza.

O Canta Comigo 6 vai ao ar todos os domingos, a partir das 18 horas, na tela da RECORD. Acompanhe o site oficial para ficar por dentro das novidades. Reveja as apresentações e o programa completo no PlayPlus.

Quase lá! Relembre os classificados do Canta Comigo 6:


Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.