Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Cidade Alerta
Publicidade

‘Não vai ficar comigo e com mais ninguém’, diz homem antes de matar a ex-namorada

Everton não aceitava o fim do relacionamento e após tirar a vida de Jenifer tentou forjar um suicídio; entenda o caso que aconteceu em Pirapora (SP)

Cidade Alerta|Do R7

RESUMINDO A NOTÍCIA

  • Homem mata ex-namorada e tenta forjar suicídio
  • Everton não aceitava o fim do relacionamento;
  • Jenifer deixa duas filhas, de 7 e 13 anos;
  • O criminoso fugiu do local, mas foi preso um dia depois da tragédia.
Inconformado com término, homem forja suicídio da ex para esconder que matou ela (Reprodução/RECORD)

O Cidade Alerta exibiu o caso de um homem que matou a ex-namorada e tentou forjar um suicídio para escapar da polícia, em Pirapora (SP). Inconformado com o fim do relacionamento com Jenifer Daniela, de 32 anos, Everton Henrique, de 28 anos, a matou dentro da casa dela. Uma câmera de segurança registrou toda a movimentação dele antes e depois do crime.

O relacionamento, que durou cerca de dois anos, era marcado por violência doméstica. No dia do crime, Jenifer teria tomado a decisão de terminar o namoro. Everton não aceitou o fim.

Leia também:

“A gente sempre falava para ela: ‘larga desse cara, ele não presta’. Eu falava, as amigas falavam, mas ela não escutava. Ele [Everton] não a deixava”, diz avó da vítima.

No dia do crime, a filha mais nova de Jenifer saiu para andar de bicicleta na rua. Cerca de vinte minutos depois, Everton entrou na casa e jogou a vítima contra a janela do banheiro enquanto ela estava no banho. A ação violenta fez com que o vidro quebrasse.

Publicidade

Segundo os familiares da vítima, após cometer o crime, Everton amarrou um fio na janela do quarto e, ao enforcá-la, acabou quebrando o pescoço de Jenifer. A ação não durou mais do que dois minutos. O criminoso saiu para a rua chamando os vizinhos, alegando que Jenifer estava morta. Depois, entrou novamente na casa, e alterou a cena do crime.

“Ele falou que chegou aqui e ela já tinha se matado, e aí ele foi e só tirou o fio do pescoço dela. Mas ela tinha dois sinais no pescoço”, diz Marcia Regina, mãe de Jenifer.

Publicidade

Everton tinha ciúmes de Jenifer, e suspeitava que a mulher estaria saindo com outro homem, mas familiares afirmam que Jenifer estava solteira e somente focada em cuidar das suas filhas.

“Eu escutei ele falando ‘Você não vai ficar comigo e com mais ninguém’”, afirma parente da vítima.

Publicidade

Jenifer deixa duas filhas, a mais nova, de 7 anos e a outra de 13 anos. Agora, a família de Jenifer procura se reerguer para dar apoio e carinho para as crianças, que perderam a mãe tão cedo.

“Parece que eu vejo minha filha caída aqui, com as mãos em cima da cama e o pescoço com duas marcas”, desabafa a mãe de Jenifer, ao entrar na casa onde o crime aconteceu.

Everton foi preso no dia seguinte do crime. Na delegacia, o homem deu três versões diferentes do fato. Mas a polícia descarta a possibilidade de suicídio.

O Cidade Alerta vai ao ar de segunda a sexta-feira, a partir das 16h30; e aos sábados, com duas edições, às 17h e às 21h, na tela da RECORD.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.