Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Câmera Record
Publicidade

Cabrini entrevista acusado de atear fogo e matar marido de colega por R$ 150

O soldador fala com exclusividade ao Câmera Record antes de se entregar à polícia; programa vai ao ar neste domingo (5), às 23h

Câmera Record|Do R7


O assassinato aconteceu por causa de um pagamento de R$ 150
O assassinato aconteceu por causa de um pagamento de R$ 150

O Câmera Record, que vai ao ar neste domingo (5), mostra com exclusividade a entrevista que Roberto Cabrini fez com Celso Edgar da Silva, de 29 anos, antes de se entregar à polícia. O soldador, que estava foragido, é acusado de atear fogo e matar Fabrício Alves de Araújo, de 45 anos, após uma discussão motivada por um pagamento de R$ 150.

O crime foi gravado por câmeras de segurança e as imagens foram decisivas na investigação policial. O apresentador vai ao local dos acontecimentos e desvenda o que está por trás da morte do empresário.

A personagem central nessa história, a auxiliar administrativa Fabiana, viúva de Fabrício, também faz revelações importantes sobre o assassinato.

Mas por que Celso cometeu um ato tão bárbaro? O crime foi premeditado? O motivo seria realmente por um pagamento de R$ 150? Estas e outras questões serão reveladas durante o programa.

Comandado por Roberto Cabrini, o Câmera Record vai ao ar aos domingos, às 23h, na tela da Record TV

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.